64 different countries have visited this site

free counters

terça-feira, 28 de outubro de 2014

Foguete de carga da Nasa explode segundos após lançamento

Foguete Antares foi lançado da Instalação de Voo Wallops, na Virgínia.

Veículo levaria suprimentos para a Estação Espacial Internacional.

Imagem tirada de vídeo da TV Nasa mostra foguete Antares explodindo logo após lançamento 
na Instalação de Voo Wallops, em Virgínia, nesta terça-feira - Foto: AP Photo/Nasa TV

Imagem da TV Nasa mostra chamas em local da explosão do foguete Antares 
nesta terça-feira (28) - Foto: Reprodução/ TV Nasa
O foguete Antares, da Nasa, explodiu nesta terça-feira (28), segundos após seu lançamento. O veículo, de carga, não era tripulado. Até o momento, não há informações sobre os danos exatos provocados pelo acidente. De acordo com a Nasa, não houve feridos.

O lançamento ocorreu a partir da Instalação de Voo Wallops, da Nasa, que fica no estado da Virgínia. O foguete Antares estava levando a nave de carga Cygnus, que entregaria suprimentos para a Estação Espacial Internacional (ISS).







Postado por Jorge Tadeu

PIMENTEL PROMETE INVESTIGAR GESTÕES TUCANAS

WILLIAM VOLCOV:
Eleito no 1° turno das eleições na disputa pelo governo de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT) promete fiscalizar gestões tucanas que comandaram o Estado desde 2002; seu governo pretende investigar denúncias feitas ao MP, de desvios na Saúde, Educação, Previdência do servidor e favorecimento a empresas privadas pela Cemig 

247 – Eleito no 1° turno na disputa pelo governo de Minas Gerais, o candidato do PT Fernando Pimentel promete, assim que assumir o mandato, passar um pente fino nas gestões tucanas que comandaram o Estado desde 2002. 

Desde 2002, com a eleição de Aécio Neves, o PSDB comandou Minas Gerais por três mandatos — duas com o agora presidenciável uma com Antonio Anastasia. 

O atual governador, Alberto Pinto Coelho (PP), cumpre o restante do mandato de Anastasia. 

Segundo o colunista Ilimar Franco, dirigentes do PT em Minas dizem que vão investigar denúncias feitas ao MP, de desvios na Saúde, Educação, Previdência do servidor e favorecimento a empresas privadas pela Cemig. 

Os petistas dizem que não querem ser acusados de conivência.

Fonte: Brasil 247

Reeleita, Dilma acena para os movimentos sociais e promete reforma política


Reeleita para governar o Brasil pelos próximos quatro anos, a presidenta Dilma Rousseff (PT) assumiu compromisso com a reforma política a partir de um plebiscito popular. 

A vitória eleitoral por 51,64% dos votos foi confirmada na noite deste domingo (26) pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e reconhecida pelo oponente, senador Aécio Neves (PSDB). 

Essas eleições de segundo turno são consideradas as mais apertadas desde a redemocratização do país, já que o segundo colocado ficou 3.459.963 votos atrás. 

Em seu primeiro discurso, Dilma sugeriu que a energia liberada nas ruas durante a disputa eleitoral seja convertida em mudanças. E a primeira delas seria a reforma política. 

“Meu compromisso, como ficou claro durante toda a campanha, é deflagrar essa reforma que é responsabilidade constitucional do Congresso e que deve mobilizar a sociedade em um plebiscito por meio de uma consulta popular.” 

A convocação de uma constituinte foi tema de consulta pública realizada por organizações populares entre os dias 1º e 7 de setembro, que contou com quase 8 milhões de votos favoráveis. 

Dilma destacou a necessidade de retomada desse diálogo.  
“Quero discutir esse tema profundamente com o novo Congresso Nacional e com toda a população brasileira. Quero discutir igualmente com todos os movimentos sociais e as forças da sociedade civil.” 

A vitória de Dilma repercutiu nos países da América Latina. 

Os presidentes da Argentina, Cristina Kirchner, do Equador, Rafael Correa, e da Venezuela, Nicolás Maduro, declararam que o resultado das urnas é importante para a continuidade do projeto de integração regional. 

De São Paulo, da Radioagência BdF, Jorge Américo.

fonte: RADIO AGENCIA BRASIL DE FATO

OS AEROPORTOS DO AÉCIO,EM CLÁUDIO E MONTEZUMA...


INVESTIGAÇÃO URGENTE 

O candidato à Presidência da República Aécio Neves (PSDB) terá, muito em breve, de se explicar. 

Na tarde de ontem (4), deputados do ‪#‎PT‬ defenderam a abertura de uma Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) para apurar as denúncias sobre a construção do aeroporto em Cláudio (MG) durante a gestão do tucano como governador do estado. 

“É necessário investigar esse escândalo da construção de um aeroporto com verbas públicas, para uso privado do Sr. Aécio Neves”, defendeu Amauri Teixeira (PT-BA). 

De acordo com Amauri Teixeira, a coleta de assinaturas para a viabilização da CPMI será feita esta semana. 

Os deputados Padre João (PT-MG) e Nilmário Miranda (PT – MG) também apoiam a proposta da CPMI. 

O caso envolve o uso de 14 milhões de reais para a construção de um aeroporto particular nas terras de familiares de Neves. 

O candidato assumiu ter utilizado as duas pistas de pouso: em Cláudio e em Montezuma, em Minas Gerais. Ambas funcionam de forma ilegal, sem homologação da Anac.

Leia mais na Agência PT de Notícias: http://bit.ly/1pVL7Zl

Vazou: às 19:30 de domingo, Aécio recebeu telefonema que dizia que ele já era o novo presidente

Diário do Centro do Mundo - Postado em 28 de outubro de 2014 às 8:05 am
Captura de Tela 2014-10-28 às 10.56.56



Viralizou a informação de que por volta das 19:30 de domingo o apartamento de Andreia Neves em Belo Horizonte estava em festa. Segundo o que emergiu, naquela hora Aécio recebeu um telefonema em que alguém lhe dizia que já estava com mais da metade dos votos válidos e já poderia ser considerado Presidente da República.

Sua filha Gabriela, sempre de acordo com o relato, fora as pressas para BH assim que soube que o pai abrira uma larga vantagem por volta das 17:40.

FHC ao tomar conhecimento da notícia já estava com tudo pronto para ir para Belo Horizonte. ( kkkkkkkkkkkk - por conta do Blog do Saraiva, esta foi para mim a melhor piada do dia. )

No apartamento de Andreia o clima era de êxtase: abraços de parabéns pela sala e selfies com o novo presidente.


A festa foi subitamente interrompida as 19:32. Dilma tinha virado.



do BLOG DO SARAIVA

PT atribui força da campanha de Dilma Rousseff às redes sociais


A direção nacional do PT e a coordenação da candidatura da presidente Dilma Rousseff creditam à força das redes sociais o poder de fogo da campanha e a evolução das intenções de votos nas pesquisas do segundo turno. 

FONTE: PLANTÃO BRASIL

segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Prefeitos do Paraná divulgam manifesto em apoio à reeleição de Dilma

Dilma e Lula estarão hoje, 19h, no Teatro Positivo, em Curitiba
Prefeitos do Paraná estão com Dilma
Um grupo de prefeitos do Paraná divulgou nesta sexta-feira, 24, um manifesto em apoio à reeleição da presidenta Dilma Rousseff. Entre os prefeitos que assinam o documento está o presidente da Associação dos Municípios do Paraná (AMP), Luiz Sorvos, de Nova Olímpia; e Gustavo Fruet, de Curitiba.
Assinam o manifesto gestores de 17 partidos (PT, PMDB, PSD, PP, PR, PDT, PRB, PSB, PSC, PTdoB, PHS, PTB, PTC, PSL, DEM, PV e PPS) de todas as regiões do estado.
No documento, os prefeitos enfatizam que nos últimos 12 anos milhões de pessoas conquistaram um novo patamar de cidadania. “As políticas sociais, voltadas à melhoria da qualidade de vida dos brasileiros, beneficiaram a população das grandes, pequenas e médias cidades do Paraná.”
Os gestores destacam o caráter municipalista, republicano e desenvolvimentista do governo Dilma na relação com os municípios paranaenses. “Sua gestão foi marcada por avanços na relação democrática entre União, Estados e Municípios”.
Leia abaixo a íntegra do manifesto e a lista de prefeitos que referendam o documento.
Manifesto em apoio à reeleição de Dilma Rousseff
O Brasil viveu nos últimos 12 anos uma profunda transformação social. Milhões de pessoas tiveram acesso à economia formal e conquistaram um novo patamar de cidadania.
Estas transformações foram fundamentadas no modelo de desenvolvimento econômico com inclusão social inaugurado pelo ex-presidente Lula, que teve sequencia durante quatro anos do governo da presidenta Dilma Rousseff.
Os paranaenses experimentaram com muita vivacidade estas mudanças históricas. As políticas sociais, voltadas à melhoria da qualidade de vida dos brasileiros, com ênfase na promoção da igualdade de oportunidades, beneficiaram a população das grandes, pequenas e médias cidades do Paraná.
É notável o caráter municipalista, republicano e desenvolvimentista do governo da presidenta Dilma na relação com os municípios paranaenses. Sua gestão foi marcada por grandes avanços na relação democrática entre União, Estados e Municípios.
Os prefeitos paranaenses que subscrevem este Manifesto acreditam que a continuidade do governo da presidenta Dilma Rousseff é determinante para o aprofundamento dos avanços sociais e econômicos do país e declaram apoio irrestrito à sua reeleição.
Adão Carlos dos Santos (PT) – Verê
Adilson Luchetti (PSB) – Borrazopolis
Adroaldo Hoffelder (PMDB) – Nova Prata do Iguaçu
Affonso Portugal Guimarães (PT) – Campo Largo
Afifi El Bitar Saab (PDT) – Iretama
Airton Agnolin (PDT) – Nova Cantu
Alberto Arisi (PMDB) – Salgado Filho
Alcides Elias Fernandes (PP) – Inajá
Alcir Valentin Pigoso (PR) – Perola do Oeste
Aleocidio Balzanelo (PT) – Sertanópolis
Alexandre Lucena (PMDB) – Cidade Gaúcha
Altair José Zampier (PR) – Pitanga
Amadeu Jesus da Silva (PT)  – Curiúva
Amarildo Ribeiro Novato (PDT) – Altonia
Ângela Krauss (PT do B) – Farol
Antonio Cantelmo Neto (PMDB) – Francisco Beltrão
Antonio Carlos Zampar (PT) – Itambé
Antonio José Beffa (PHS) – Arapongas
Antonio Luis Szaykoeski (PT) – Cruz Machado
Antonio Zanchetti Neto (PSD) – Uniflor
Ascânio Antônio de Paula (PDT) – Cafezal do Sul
Augustinho Zucchi (PDT) – Pato Branco

Beto Vizzotto (PT)- Paraíso do Norte
Carlos Alberto de Paula (PDT) – Sarandi
Carlos Alberto Preto (PT) – Apucarana
Carlos Eugenio Stabach (PMDB) – Contenda
Carlos Rosa Alves (PDT) – Corumbataí do Sul
Carlos Zampar (PT)  – Itambé
Cassemiro Pinto Martins (PDT) – Imbaú
Célia Cabrera (PRTB) – Campina da Lagoa
Celio Marcos Barranco (PDT) – Guaporema
Celso Benedito da Silva (PDT) – Bandeirantes
Cesar Gibran Jhonsson (PSC) – Rio Branco do Sul
Claudemir Freitas (PMDB) – Boa Esperança do Iguaçu
Claudemir Romero Bongiorno (PMDB) – Cianorte
Claudemir Valeiro (PSDB) – Nova Santa Bárbara
Claudinei Braz (PSB) – Cerro Azul
Claudinei Minchio (PT) – Peabiru
Claudio Gubertt (PP) – Manfrinópolis
Claudio Leal (PTB) – Santa Maria do Oeste
Cleci Maria Rambo Loffi (PMDB) – Mercedes
Clovis Genésio Ledur  (PT) – São Mateus do Sul
Daniel Domingos Pereira (PT) – Diamante do Norte
Darci Jose Zolandek (PMDB) – Palmital
Dejair Valerio (PTC) – Jandaia do Sul
Devalmir Molina (PSL) –  Terra Rica
Dornelis Chiodelis (PSD) – Nova Londrina
Edgar Silvestre (PSB) – Marialva
Edimar de Freitas Alboneti (PP) – Barra do Jacaré
Edir Havrechaki (PSC) – Palmeira
Edson Anschau (PT) – Vera Cruz do Oeste
Edson Dominsciano Correa (PT) – Rancho Alegre
Edwaldo Gomes de Souza (PDT) -Fênix
Eliandro Luiz Pichetti (PDT) – Itapejara do Oeste
Elias Pereira da Silva (PV) – Alto Piquiri
Elias Schreiner (PT) – Goioxim
Elio Batista da Silva (PDT) – Jataizinho
Elza Aparecida da Silva ( PSB) – Altamira do Paraná
Everton Antonio Konjunski (PSB) – Cantagalo
Fabian Persi Vendrusculo (PT) – Guaíra
Fabiano Antoniassi (PMDB) – Araruna
Fabio Vilhena (PT) – Atalaia
Flavio Aparecido Brandão (PT) – Iguatu
Frank Ariel Schiavini (PMDB) – Coronel Vivida
Gelson Kruk da Costa (PT) – Candói
Gerso Francisco Gusso (DEM) – Três Barras do Paraná
Gerson Zanusso (PSD) – Nova Esperança
Gilberto Dranka (PSD) – Pien
Gilmar Paixão (PT) – São Jorge do Oeste
Gilson Cassol (PT) – Barbosa Ferraz
Gimerson de Jesus Subtil (PT) – Sapopema
Gustavo Fruet (PDT) – Curitiba
Helio Luiz Alves (PDT) – Ampere
Ilário Andraschko (PDT) – Palmas
Irio Onelio de Rosso (PMDB) – Rio Bonito do Iguaçu
Ismael Ibraim Fouani (PSD) – Mandaguaçu
Ivan Reis da  Silva (PP) – Terra Roxa
Ivanor Luiz Muller (PSD) – Teixeira Soares
Jaime Basso (PDT) – Ceu Azul
Jair Stang (PDT) – Nova Esperança do Sudoeste
Jamil Pech (PMDB) – Paulo Frontin
Jeferson Pradella (PDT) – Perobal
Joacir Antonio Lazzaretti (PT) – Anahy
João Carlos Peres (PDT) – Alvorada do Sul
João Claudio Romero (PP) –  Quinta do Sol
João de Sena Teodoro Silva (PDT) – Bela Vista do Paraíso
João Domero (PSC) – Antonina
João Elinton Dutra (PR) – Laranjal
João Manoel Pampanini (PT) – Adrianópolis
João Tormena (PT) – Nova Aliança do Ivai
Joaquim Horácio Rodrigues (PP) – Colorado
Jorge Luiz Queje (PMDB) – Campo do Tenente
Jorge Rodrigues Nunes (PMDB) – Santa Mariana
José Altair Moreira (PP) – Tijucas do Sul
José de Jesus Isac (PT) – Santana do Itararé
José Domingos Poera (PMDB) -Janiópolis
José Maria Pereira Fernandes (PR) – Santa Cruz do Monte Castelo
José Nilton Zogda (PMDB) – Espigão Alto do Iguaçu
José Roberto Coco (PT) – Formosa do Oeste
José Ronaldo Xavier (PTB) – Andirá
José Sloboda (PHS) – Jauariaíva
Joseney Vicente (PMDB) – Braganey
Josuel do Carmo dos Santos (PR) – Doutor Ulisses
Juarez Votri (PMDB) – Vitorino
Jucerlei Sutoriva (PP) – Santa Helena
Juraci Paes da Silva (PTB) – Jardim Olinda
Juraci Ronaldo  Cazella (PMDB) – Guaraniaçu
Laureci Miranda (PT) – Campina do Simão
Leila Aubrift Klenk (PT) – Lapa
Lessir Canan Bortoli (PT) – Renascença
Leurides Navarro (PT) – Paranapoema
Lucas Campanholi (PSD) – Xambre
Luiz A. Beto Lunitti Pagnussa (PMDB) – Toledo
Luiz Alberi Kastener Pontes (PMDB) – Cruzeiro do Iguaçu
Luiz Carlos Vosniak (PT) – Reserva
Luiz Claudio Costa (PMDB) – Balsa Nova
Luiz Fernandes (PR) – São Sebastião da Amoreira
Luiz Fernando Bandeira (PP) – Marmeleiro
Luiz Goulart Alves (PT) – Pinhais
Luiz Krauss (PSD) – Tuneiras do Oeste
Luiz Nicácio (PSC) – Centenário do Sul
Luiz Sorvos  (PDT) – Nova Olímpia
Magda Bruniere Rett (PMDB) – Sertaneja
Marciel J. Mendes dos Santos (PP) – Mato Rico
Marco Aurélio Zandona (PMDB) – Barracão
Marcos Michelon (PT) – Pranchita
Marcus Mauricio de Souza Tesserolli (PDT) – Piraquara
Marlon Castro Pavesi Pini (PSB) – Marumbi
Marlon Fernando Kuhn (PDT) – Planalto
Maurício Aparecido de castro (PSB) – Bom Sucesso
Maurício Bau (PPS) –  Salto do Lontra
Maurício Neri de Oliveira (PMDB) – Quitandinha
Maurílio dos Santos (PRB) – Cambira
Mauro Cesar cenci (PV) – Saudade do Iguaçu
Mauro Lemos (PT)  – Amaporã
Mauro Slongo (PDT) – Luiziana
Milton Andreolli (PT) – Realeza
Moacir Luiz Froehlch (PTB) – Marechal Candido Rondon
Nelton Brum (DEM) – São José das Palmeiras
Nilson Xavier (PDT) – Nova Fátima
Odilon Rogerio Burgath (PT) – Irati
Orlando Prez Frazatto (PMDB) – Japurá
Oscimar José  Sperandio (PSD) – Cafeara
Paulo Cesar Feyh (PT) – Quatro Pontes
Paulo Marinho Dutra (PSD) – São Carlos do Ivaí
Pedro de Oliveira (PMDB) – Guapirama
Pedro Ivo Ilkiv (PT) – União da Vitória
Pedro Vicentin (PPS) – Ângulo
Primis de Oliveira (PTB) – Godoy Moreira
Raul Camilo Isotton (PMDB) – Dois Vizinhos
Regina Dubay (PR) – Campo Mourão
Reinaldo Krachinski (PMDB) – Quarto Centenário
Reinaldo Pinheiro (PP) – Mirador
Renato Antonio pereira (PMDB) – Diamante do Oeste
Ricardo Antonio Ortina (PR) – Santo Antonio do Sudoeste
Roberto Corredato (PT) – Rondon
Roberto Munhoz (Polado da Pá) (PMDB) – Novo Itacolomi
Robson Ramos (PSC) – Ivatuba
Rogerio da Silva Almeida (PV) – Mallet
Rogério Lorenzetti (PMDB) – Paranavaí
Romualdo Batista (PT) – Mandaguari
Silvio Gabriel Petrassi (PMDB) – Ariranha do Ivaí
Tarcicio Marques dos Reis (PT) – Paiçandu
Valdemar Gralak (PMDB) – Boa Ventura do São Roque
Valdir Antonio Turcatto (PSD) – Santo Inácio
Valentim Zanello Milleo (PSD) – Piraí do Sul
Valter Pereira da Rocha (PTB) – Cruzeiro do Oeste
Valter Peres (PDT) – Terra Boa
Wolnei Antonio Tavares (PMDB) – Boa Vista da Aparecida.
do Blog do Tarso