64 different countries have visited this site

free counters

quarta-feira, 22 de outubro de 2014

aécio: coração leviano que Trama em segredo teus planos ...

Marluzio Ferreira Dantas

Pessoas,

Fiquei curioso e fui estudar de onde vem o Aécio Neves. Achei sua história bem parecida com uma que vivemos no século passado. Como o que escrevo aqui tem mais de um parágrafo, imagino que poucos lerão.

O Avô paterno do nosso pesquisado, Tristão da Cunha foi parlamentar de 1934 até o ano de 1962 (saindo do congresso quando elegeu seu filho, o pai do Aécio Neves). Além de ter conspirado contra Getúlio Vargas, também conspirou e auxiliou o Golpe de 64 junto com seu filho. Pelos militares, foi nomeado para o conselho do CADE.

Já o pai do Aécio, Aécio Ferreira Cunha ao chegar a Minas logo foi nomeado assessor parlamentar (igual o filho seria no futuro).Se elegeu por uma região de Minas que mal conhecia (vivia no Rio de Janeiro e voltou com seu pai em 1951). Junto com o pai, foi da ARENA (partido do golpe) até ele virar PDS. Teve 6 mandatos de deputado federal consecutivos de um total de 8. Para deputado federal se elege financiado pelo IBAD, ligado à CIA. Antes de morrer foi nomeado pelo Itamar Franco presidente do conselho de administração do BNDES, FURNAS e CEMIG, respectivamente.

Aécio Ferreira Cunha morreu em 2010 e suas cinzas estão em... Montezuma-MG! A cidade de um dos Aécioportos! rs...

Já o outro lado da família, o da cidade de Claudio-MG (onde há outro Aécioporto - o mais conhecido), tem como avô materno Tancredo Neves. Nem vou me estender na falácia que era este sujeito. Mas com o Aécinho ainda menor de idade, nomeou o neto como assessor parlamentar, o que é ilegal.

Neste lado materno temos o resto da turminha de Claudio. Seu primo que se chama Tancredo Tolentino (que também foi seu advogado) é condenado por venda de habeas corpus para traficantes de drogas. Repito: condenado!

Lembrando que o Aécioporto, a fazenda e a cidade de Claudio-MG, ficam em uma provável rota do helicóptero do pó (450Kg de pasta de coca). 

Helicóptero este pertencente a família Perrella, pilotado por um funcionário da família Perrella... mas a cocaína não era dos Perrella... nem do seu aliado... Aécio Neves! O caso desapareceu da mídia e da justiça mineira como pó.

Sobre o Aécio, aos 25 anos virou diretor de loterias da Caixa Econômica Federal, nomeado pelo Sarney, mas foi para o Rio de Janeiro estudar e continuou recebendo como funcionário fantasma.

Dando um pulo na lamentável atuação dele na constituinte (votou contra a jornada de trabalho de 40 horas, por exemplo) e na tragédia que foi seu governo em Minas (existe farta documentação), os laços de família continuam fortes. 

Parentes nomeados durante o governo dele foram: Fernando Quinto Rocha Tolentino (primo de Aécio), Guilherme Horta (primo), Tânia Guimarães Campos (prima de Aécio) Frederico Pacheco de Medeiros (primo), Tancredo Augusto Tolentino Neves (tio de Aécio) e Oswaldo Borges da Costa Filho (genro do padrasto do governador, este mais distante, claro). 

Ficaria extenso colocar os cargos que estes ocuparam, mas é informação simples de verificar.

Aécio Neves ainda é primo do Francisco (Neves) Dornelles.

Não é de se estranhar que nosso Aécio por conveniência vivia elogiando o lula (procure no youtube, por exemplo) e quase pulou para o PMDB por conta disso. Nada de estranho para uma pessoa que não consegue controlar seus instintos batendo em mulher e tendo um vício incompatível com cargos públicos.

Aécioporto, pó, nepotismo, parentes conspiradores e golpistas...

Olha, se alguém leu isso até aqui e estiver raiva de corrupção, PT, PTralha, um outro ódio qualquer, ou coisa parecida, que tenha ao menos dignidade e vote nulo!

ps. Lindolfo Collor também conspirou contra Getúlio. Seu filho Aron de Mello além de matar com 3 tiros um colega senador em plena tribuna, também foi da ARENA e PDS apoiando a ditadura. Seu neto virou presidente dizendo que ia caçar marajás.

Pessoas,

Fiquei curioso e fui estudar de onde vem o Aécio Neves. Achei sua história bem parecida com uma que vivemos no século passado. Como o que escrevo aqui tem mais de um parágrafo, imagino que poucos lerão.

O Avô paterno do nosso pesquisado, Tristão da Cunha foi parlamentar de 1934 até o ano de 1962 (saindo do congresso quando elegeu seu filho, o pai do Aécio Neves). Além de ter conspirado contra Getúlio Vargas, também conspirou e auxiliou o Golpe de 64 junto com seu filho. Pelos militares, foi nomeado para o conselho do CADE.

Já o pai do Aécio, Aécio Ferreira Cunha ao chegar a Minas logo foi nomeado assessor parlamentar (igual o filho seria no futuro).Se elegeu por uma região de Minas que mal conhecia (vivia no Rio de Janeiro e voltou com seu pai em 1951). Junto com o pai, foi da ARENA (partido do golpe) até ele virar PDS. Teve 6 mandatos de deputado federal consecutivos de um total de 8. Para deputado federal se elege financiado pelo IBAD, ligado à CIA. Antes de morrer foi nomeado pelo Itamar Franco presidente do conselho de administração do BNDES, FURNAS e CEMIG, respectivamente.

Aécio Ferreira Cunha morreu em 2010 e suas cinzas estão em... Montezuma-MG! A cidade de um dos Aécioportos! rs...

Já o outro lado da família, o da cidade de Claudio-MG (onde há outro Aécioporto - o mais conhecido), tem como avô materno Tancredo Neves. Nem vou me estender na falácia que era este sujeito. Mas com o Aécinho ainda menor de idade, nomeou o neto como assessor parlamentar, o que é ilegal. 

Neste lado materno temos o resto da turminha de Claudio. Seu primo que se chama Tancredo Tolentino (que também foi seu advogado) é condenado por venda de habeas corpus para traficantes de drogas. Repito: condenado! 

Lembrando que o Aécioporto, a fazenda e a cidade de Claudio-MG, ficam em uma provável rota do helicóptero do pó (450Kg de pasta de coca). Helicóptero este pertencente a família Perrella, pilotado por um funcionário da família Perrella... mas a cocaína não era dos Perrella... nem do seu aliado... Aécio Neves! O caso desapareceu da mídia e da justiça mineira como pó.

Sobre o Aécio, aos 25 anos virou diretor de loterias da Caixa Econômica Federal, nomeado pelo Sarney, mas foi para o Rio de Janeiro estudar e continuou recebendo como funcionário fantasma.

Dando um pulo na lamentável atuação dele na constituinte (votou contra a jornada de trabalho de 40 horas, por exemplo) e na tragédia que foi seu governo em Minas (existe farta documentação), os laços de família continuam fortes. Parentes nomeados durante o governo dele foram: Fernando Quinto Rocha Tolentino (primo de Aécio), Guilherme Horta (primo), Tânia Guimarães Campos (prima de Aécio) Frederico Pacheco de Medeiros (primo), Tancredo Augusto Tolentino Neves (tio de Aécio) e Oswaldo Borges da Costa Filho (genro do padrasto do governador, este mais distante, claro). Ficaria extenso colocar os cargos que estes ocuparam, mas é informação simples de verificar.

Aécio Neves ainda é primo do Francisco (Neves) Dornelles.

Não é de se estranhar que nosso Aécio por conveniência vivia elogiando o lula (procure no youtube, por exemplo) e quase pulou para o PMDB por conta disso. Nada de estranho para uma pessoa que não consegue controlar seus instintos batendo em mulher e tendo um vício incompatível com cargos públicos.

Aécioporto, pó, nepotismo, parentes conspiradores e golpistas... 

Olha, se alguém leu isso até aqui e estiver raiva de corrupção, PT, PTralha, um outro ódio qualquer, ou coisa parecida, que tenha ao menos dignidade e vote nulo!

ps. Lindolfo Collor também conspirou contra Getúlio. Seu filho Aron de Mello além de matar com 3 tiros um colega senador em plena tribuna, também foi da ARENA e PDS apoiando a ditadura. Seu neto virou presidente dizendo que ia caçar marajás.


Posted by Fernanda Tardin

Datafolha: Dilma 52% e Aécio 48%


Pesquisa Datafolha divulgada nesta quarta-feira (22) aponta os seguintes percentuais de votos válidos no segundo turno da corrida para a Presidência da República:

- Dilma Rousseff (PT): 52%
- Aécio Neves (PSDB): 48%

Para calcular esses votos, são excluídos da amostra os votos brancos, os nulos e os eleitores que se declaram indecisos. O procedimento é o mesmo utilizado pela Justiça Eleitoral para divulgar o resultado oficial da eleição.

A pesquisa foi encomendada pelo jornal "Folha de S.Paulo".

De acordo com o Datafolha, na reta final da eleição, os candidatos continuam empatados, no limite da margem de erro, de dois pontos percentuais para mais ou para menos.

No levantamento anterior do instituto, divulgado no dia 20, o resultado foi o mesmo: Dilma tinha 52%, e Aécio, 48% dos votos válidos.

G1.

Postado por Cláudio Andrade

FOMOS NÓS MINEIROS QUE LIBERTAMOS NOSSO ESTADO DA INFÂMIA, SR. AÉCIO NEVES. O BRASIL NÃO FARÁ DIFERENTE!


AÉCIO CONVOCA ELEITOR A 'LIBERTAR O PAÍS DA INFÂMIA'

 

Durante entrevista coletiva em Goiânia, presidenciável do PSDB, Aécio Neves, convocou eleitorado “a libertar o Brasil do período da corrupção, do desgoverno, da irresponsabilidade, da infâmia e da mentira”; Segundo ele, a campanha vai passar para a história como a de mais baixo nível pela ação do governo; afirma ainda que, das últimas 22 inserções do PT no rádio e na televisão, 19 tinham como objetivo desqualificá-lo e atacá-lo

22 DE OUTUBRO DE 2014 ÀS 07:47

SÃO PAULO - O presidenciável do PSDB, Aécio Neves, fez um desabafo nesta terça-feira sobre a eleição estar sendo marcada por um tom agressivo. Ele ressaltou a quantidade de calúnias e difamações que foram feitas durante a corrida presidencial.

“Essa campanha vai passar para a história como a de mais baixo nível pela ação do governo”, afirmou durante coletiva de imprensa em Goiânia, antes de participar de um comício ao lado de seu correligionário Marconi Perillo, que concorre à reeleição ao governo de Goiás.

O tucano destacou que das últimas 22 inserções do PT no rádio e na televisão, 19 tinham como objetivo desqualificá-lo e atacá-lo. Aécio afirmou que não deixará nenhum ataque sem resposta, mesmo após sua equipe de campanha ter decidido que ele focaria na apresentação de propostas e evitaria os confrontos agressivos com a candidata do PT à presidência, Dilma Rousseff.

"Temos de dizer não às infâmias, às calúnias e às mentiras que, por desespero, nossos adversários lançam sobre nós. A cada mentira, vamos responder com dez verdades para eles que não merecem mais a confiança dos brasileiros”, afirmou o candidato peessedebista.

Rouco, Aécio convocou o eleitorado do Estado a encerrar o período "da corrupção, do desgoverno, da irresponsabilidade, da infâmia e da mentira”.

“Vim aqui com a coragem e a determinação para encerrar esse ciclo perverso de governo do PT que os brasileiros não merecem mais viver”, desabafou.

Perillo também defendeu o correligionário e pediu votos para o neto de Tancredo Neves. “O Brasil vive hoje um momento esplendoroso. Há muitos anos uma disputa eleitoral não carrega tantas possibilidades de transformação e de mudanças. Eu estou seguro de que juntos estamos chegando aqui e haveremos de administrar o Goiás e o Brasil”, concluiu.

A Carteirada da Puliça e a Revelação, Tancredo e aécio, tal avô tal neto.

René Amaral
essa imagem foi  processada para aumentar o contraste
nenhum dado foi modificado!



A revelação dessa carteirinha ontem suscitou várias hipóteses e teorias da conspiração.
.
aécio teria participado de tortura, teria participado de ações de repressão e outras viagens alucinogênicas, de muita gente boa por aí, que de tão revoltada, está fazendo o mesmo que  sempre fizeram, e ainda fazem conosco.
.

Quem não se lembra dos boatos de que Lula é uma criação de Golbery pra afundar Brizola, da ficha falsa da Dilma, e tanta coisa imbecil que dá até tédio comentar aqui.
.
Nossa militância anda tão revoltada que até material falso vem sendo produzido contra aécio, como se fosse necessário.
.
Pra ilustrar a violência contra mulheres, que até agora ainda não teve imagens ou vídeos apresentados (oque não significa que não haja), usaram a imagem da namorada do Dep Est.  Samuquinha (RJ) espancada por ele (Samuquinha, não aécio), como se fosse a namorada do aécio, e outras iniciativas que só denigrem a nós militantes honrados.
.

Achei que essa imagem podia ser dessa natureza.
.
Não é, foi revelada pelo Azenha no post que reproduzi aqui ontem após minha postagem, quando cheguei a ficar em dúvida sobre a veracidade da imagem.
.
Mas oque  ela revela é ainda pior, confirma minha convicção de que Tancredo era exatamente o que sempre achei que era: um aproveitador, eminência parda presente de maneira subreptícia em eventos de nossa história que remontam o suicídio de Getúlio, quando se dizia que, ao invés da caneta usada para escrever a carta de suicídio, Tancredo merecia a arma.
saiu lodo uma vez e agora  de novo
poço sujo é assim mesmo
.
Essa carteirinha joga a pá de cal definitiva na biografia do presidente que não foi.
.

Ela revela o caráter nepotista e aproveitador desse que anda ocupando nosso panteão de herói indignamente, só por que morreu antes que sua podridão fosse revelada, como nesse episódio.

.
Duvido que aécio tivesse integrado esquadrões de tortura ou assassinato, isso exige uma coisa que ele não tem, culhões.  Mas é o que tem se aventado (olha a venta aí de novo) na rede.
.
Muito pelo contrário, essa carteirinha, e eu me lembro bem, era passe livre. Entrava em qualquer lugar, e saía de qualquer imbróglio sem a necessidade de acionar o parentesco com o eminentemente pardo político, proteção para ambos.  Imagina aécim parado numa blitz com substâncias ilegais tendo que invocar o vovozinho safado.
.
Tancredo preparou, inadvertidamente, essa bomba relógio para explodir sua reputação, quando estivesse prestes a ser canonizado pela eleição do netinho.
.
Dizem que um avô  talentoso vai gerar um filho medíocre, e um neto com os mesmos talentos, diz o ditado: O talento pula uma geração!

.
A canalhice também!


RESULTADO DE DATAFOLHA INDICA TENDÊNCIA CRESCENTE NA VANTAGEM DE DILMA ROUSSEFF SOBRE AÉCIO

Diferentemente do que o PIG publica, a Pesquisa Datafolha divulgada nesta quarta-feira  mostra que a presidenta Dilma Rousseff, apresenta tendência crescente nas intenções de votos. Agora são 4,4% à frente de Aécio Neves (PSDB), dos votos válidos. 


Dilma registrou 47% das intenções de voto e o tucano, 43%. Na pesquisa anterior do instituto, divulgado no dia 20/10/2014, Dilma Rousseff tinha 46%. 
A margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. Votos em branco e nulos somam 6%. Os indecisos são 4%.

Considerando apenas os votos válidos, Dilma tinha 51,7 agora tem 52,2% e o Aécio, que tinha 48,3, agora tem 47,8%. Salientamos que a diferença cresceu de 3,4% para 4,4% a favor da presidenta

Segundo o Datafolha, 82% dos eleitores de Dilma acham que a presidente será reeleita. Entre os eleitores de Aécio, 78% acham que o tucano será o vitoriosos.

A pesquisa confirma avanços da petista entre as mulheres (de 42% para 47% desde o dia 9), no grupo dos que recebem que tem a preferência de 47%; e no grupo das pessoas que recebem entre dois e cinco salários mínimos (de 39% para 45% desde o dia 15) e no Sudeste (de 34% para 40% desde o dia 9). 

O instituto perguntou se o eleitor tem grande interesse pela eleição e 50% responderam sim, contra 39% do registrado no fim de agosto.

O Datafolha detectou que os eleitores não estão mais tão pessimistas com a economia do país e que esse sentimento ajuda a explicar a reação de Dilma na corrida presidencial neste segundo turno. De acordo com a pesquisa, 31% acham que a inflação vai aumentar, porém, esse índice é inferior aos registrados em setembro, de 50%, e em abril, de 64%. Para 21% dos entrevistados, o índice de inflação vai diminuir.

O Datafolha ouviu 4.355 eleitores no dia 21 de outubro. O nível de confiança é de 95%. Isso significa que, se forem realizados 100 levantamentos, em 95 deles os resultados estariam dentro da margem de erro de dois pontos prevista.

COLUNISTA QUE ATACA POBRES E NORDESTINOS É AFASTADO DE JORNAL

:
Jornal O Diário de Mogi, do município de Mogi das Cruzes, na região metropolitana de São Paulo, afastou o colunista social Anderson Magalhães depois de ter publicado coluna em que idealiza que Alagoas, Piauí e Maranhão fiquem de "fora do cenário eleitoral por falta de fórum privilegiado", que Salvador só viva de dendê e cocada e que os pernambucanos sobrevivam apenas com a renda do Bolsa Família; ele prega ainda, ao defender voto contra o PT no domingo, que tranquemos em casa nossas "secretárias do lar" e não deixemos que os porteiros deixem os prédios
21 DE OUTUBRO DE 2014 ÀS 14:38

247 – O colunista social Anderson Magalhães foi afastado do jornal O Diário de Mogi, do município de Mogi das Cruzes, na Grande São Paulo, depois de ter publicado uma coluna defendendo voto contra o PT e ofendendo nordestinos, pobres e empregadas domésticas na edição nº 15 da revista Actual Magazine, que circula na região.
Em seu texto, intitulado "Desespero", ele prega voto contra o PT no próximo domingo 26, sugere "trancar nossas 'secretárias do lar' em casa, interditar as casas de forró e proibir os porteiros de saírem dos prédios". Defende que Salvador viva apenas do que produz: dendê, cocada e Luiz Caldas. E que os pernambucanos sejam sustentados apenas de R$ 97 do Bolsa Família e dos direitos autorais de "Morena Tropicana", música de Alceu Valença.
O colunista idealiza ainda que os estados nordestinos de Alagoas, Piauí e Maranhão fiquem de fora do cenário eleitoral "por falta de fórum privilegiado" e que o voto desses estados só seja validado caso a população formule "uma frase inteira sem erros de concordância e com todos os plurais". Esquece, porém, de colocar plural em uma frase da própria coluna, quando pede que "Dilma e sua corja perca seus votos" - quando o correto seria "percam".
Depois da publicação da coluna, Magalhães publicou em suas redes sociais que havia sido "mal interpretado" e que sua intenção era apenas a de ser "irônico". Em comunicado publicado nesta terça-feira 21, o jornal afirma que "discorda totalmente das opiniões emitidas pelo colunista", informa não ter responsabilidade pelo conteúdo veiculado na revista e diz que Anderson Magalhães "não é mais colunista deste jornal", onde assinava a coluna "Beatz".
Em artigo anterior, também na Actual Magazine, o colunista já havia manifestado seu mal estar com os brasileiros que passaram a andar de avião. "E tudo isso começou quando Lula e sua equipe — todos muito acostumados a andar de ônibus desde os tempos de calango — chegaram ao poder", escreve, saudosista: "Foi-se o tempo que bastava apenas chegar ao guichê, comprar a passagem e embarcar...". O cenário atual, para ele, é um terror: "Hoje é gente brotando dos ralos e carregando aquelas sacolas plásticas lotadas de cacarecos comprados em camelô e nos mercados de genéricos. O Brasil virou uma grande loja de R$ 1,99. Pelo menos é o que eu vejo nos aeroportos" (leia aqui).
Leia abaixo o artigo e o comunicado:



FONTE BRASIL 247

segunda-feira, 13 de outubro de 2014

JUSTIÇA BRASILEIRA E O BRAÇO DA DIREITALHA

Inacreditável o papel a que a Justiça Brasileira está se prestando!


A Justiça em campanha


9 de outubro de 2014 | 17:06 Autor: Fernando Brito
prv
Inacreditável o papel a que a Justiça Brasileira está se prestando.
Um vídeo (sem imagens, apenas o teto de uma sala) onde o o ex-diretor ladrão da Petrobras – que aliás, admite ter sido enfiado na companhia a contragosto de Lula, por pressão de outros partidos –  diz, sem apresentar um mísero dado concreto, o que dirá uma prova, que “o comentário que pautava dentro da companhia” é que a diretoria das áreas de Gás e Energia, Serviços e Exploração e Produção, “os três por cento ficavam diretamente para o PT”
Vejam bem, os jornais afirmam que havia este desvio com base na declaração de Paulo Roberto Costa de que “o comentário que pautava dentro da companhia”.
Será que existe um lugar no mundo, repartição ou empresa, onde não haja “comentários”?
Conheço dois dos diretores mencionados e quem os conhece não pode deixar de achar um absurdo. Na diretoria de Gás e Energia, então, o diretor era Ildo Sauer, um professor universitário (da USP) e hoje um colaborador de Marina Silva. Na de Exploração e Produção, Guilherme Estrella, um geólogo de carreira da empresa, aposentado, que voltou à Petrobras e liderou a equipe que descobriu o pré-sal. Voltou à aposentadoria e cuida do jardim de sua casa, em Nova Friburgo, com a mesma simplicidade que cuidava antes.
Pois estes dois homens de quem nunca ouvi falar um ai contra a honradez de suas condutas, sem um fato, um papel, um depósito, um e-mail que seja estão expostos hoje no que só se pode definir como um comportamento indigno da Justiça e do jornalismo.
Na Folha, com base em uma suposta gravação do depoimento de Alberto Yousseff, doleiro já condenado, figura manjada que voltou às falcatruas depois de outra “delação premiada”,  no caso Banestado, diz o seguinte:
“Tinha uma outra pessoa que operava a área de serviços (da Petrobras),que se eu não me engano era o senhor João Vaccari”.
Como assim “se não me engano”? É “acho que era”? Qual é o valor disso para acusar uma pessoa, em letras garrafais e um partido político?
Eu também poderia achar que o finado Sergio Motta, tesoureiro do PSDB “operava” para os tucanos, mas eu achar e nada é a mesma coisa, salvo se eu tiver provas. E se não as tenho, como é que vou dar uma manchete destas?
É inexplicável o papel do Juiz Sérgio Moro, sobretudo depois de ver que surgiram versões clandestinas de outros depoimentos de Paulo Roberto Costa à Polícia, de permitir gravações editadas, com trechos do teor que citei, num processo que, pelos valores e gravidade que envolve, está sob sigilo, ou deveria estar.
O seu tribunal é uma “peneira” de furos seletivos.
Seria melhor que o juiz chamasse logo toda a imprensa para assistir e perguntar, pois talvez – só talvez – saísse alguma indagação sobre “que provas os senhores têm disso”?
A delação premiada, para ser válida, tem de ser acompanhada da produção de provas, não pode ser apenas concedida pela disposição de alguém, que ia gramar anos de xilindró e agora vai ser solto, sair atirando acusações para todo lado na base do “o que se comentava na companhia” ou do “se eu não me engano”.
Que Paulo Roberto Costa metia a mão na bufunfa para se beneficiar e aos seus padrinhos políticos – que não eram do PT, como ele próprio admite – está claro. Mas que um imoral destes possa sair acusando sem qualquer prova todo mundo e isso, também sem critério algum, seja publicado e transformado em matéria prima eleitoral, sob o patrocínio do Judiciário, é um escândalo.
Reflitam: não foi a “cavação” de um repórter furão que obteve o teor das declarações: elas foram feitas e divulgadas, quase que numa “coletiva”, nas barbas do juiz que sustenta que aquilo corre sob sigilo.
E, com mais de 30 anos de profissão, garanto a vocês, estes “furos coletivos” só acontecem quando acontece, também, uma armação inconfessável, embora evidente a qualquer pessoa decente.

Postado por Lotus Egipcio

Lota